Castelo Branco

Esta bela, antiga e movimentada cidade, dominada pelos vestígios de um castelo dos Templários, é a mais importante da Beira Baixa. Nasceu para defender uma posição estratégica, entre a serra da Gardunha e o Tejo e essa localização é uma das chaves do sucesso económico da cidade.

É hoje uma cidade pacata e florida que vive sobretudo do comércio da cortiça, do queijo, do mel e do azeite. É sobretudo conhecida desde o século XVII pelas suas colchas bordadas que as raparigas preparam para o enxoval.

Castelo Branco é capital do distrito que inclui os seguintes concelhos: Belmonte, Castelo Branco, Covilhã, Fundão, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova, Sertã, Vila de Rei, Vila Velha de Ródão.

 

O artesanato

Com raízes muito antigas, as colchas de Castelo Branco têm fama nacional e internacional. Bordadas a seda sobre linho, estavam, na origem, ligadas às cerimónias nupciais. Em Monsanto pode ainda encontrar-se quem faça as Marafonas, bonecas de trapos que segundo a tradição protegem as casas contra as trovoadas, desde que estejam deitadas nas camas. Em Monsanto e Idanha-a-Velha ainda há quem faça e venda bonitos adufes feitos de pele e enfeitados nos cantos com fitas coloridas. São ainda características do distrito as peças em latão e cobre, a funilaria, as rendas, as mantas e tapetes tradicionais, a cestaria, o fabrico de presépios, as colmeias em cortiça e a tecelagem.

 

A visitar

Belmonte

Jardim do Paço Episcopal – Castelo Branco

Reserva Natural da Serra da Malcata – Concelhos de Penamacor e Sabugal

Aldeia de Monsanto

Idanha-a-Velha


Carrinho  

Sem produtos

Portes 0,00 €
Total 0,00 €

Carrinho Encomendar